E-SPORTS NEWS PC GAMES PUBG

Opinião: a comunidade de PUBG é sua maior adversária

Desde que eu comecei a escrever para a Paradoxal News, recebi diversos feedbacks, positivos e negativos – e todos os eles são válidos visto que quero sempre evoluir. Porém, me intriga a forma como algumas críticas carregam uma negatividade sobre o que as pessoas esperam do cenário: o crescimento.

Muitos ainda adotam o discurso de que o PUBG está morto sem ao menos parar para pensar em todas as questões que fazem o game ter uma queda significativa de jogadores. Dito isso, a maioria me pergunta por que estamos apostando em um cenário que está desabando, que não tem retorno, e  por que estamos desperdiçando nosso tempo. E no meio de tanta pergunta negativa parei para pensar: por que estou aqui?

O cenário de Esports não depende somente das empresas entregarem jogos otimizados e prontos para passar em alguma transmissão, o cenário também depende da comunidade e o que a comunidade tem feito para esse crescimento além de críticas negativas e que às vezes não contribuem em nada?  Sem falar de algumas pessoas que chegam a levar para o lado pessoal e até mesmo insultar quem ainda vê um futuro nisso tudo. Eu, como admiradora de Esports, jogadora de um time profissional de PUBG, penso no que posso fazer para que o cenário competitivo seja atraente, como seguir apoiando. De repente escrevendo, conversando e tentando passar outra perspectiva sobre o assunto… Quem sabe até postando um vídeo de treinos para campeonatos? Eu realmente não tenho uma fórmula. Porém, eu acredito que tudo o que fazemos dentro de uma comunidade influencia em algo. Lógico que tudo também depende da sua intenção – se você entrega algo positivo você receberá algo positivo, e o mesmo acontece se você entrega a negatividade: você irá colhê-la.

Parece muito óbvio o que estou falando, ou não, pode até parecer meio louco. Mas a questão é que se cada um contribuir com o seu melhor, poderemos ter algo diferente. Por enquanto temos toxicidade, falta de respeito e toda a negatividade de uma comunidade que tende a achar que é detentora da verdade absoluta.

Esses dias queria entregar um material interessante, que valorizasse um pouco os jogadores do cenário competitivo, mas não consegui terminar de tanta negatividade que vi em relação ao mesmo, e também ao que estou aqui tentando fazer: criar um conteúdo que seja um ponto de partida para algo muito maior do que minhas palavras. Eu estou fazendo pelo que eu acredito, pelo meu sonho. Só não consigo aceitar como as pessoas podem ter tanta negatividade sem ao menos contribuir em algo.  Enquanto em outras regiões, as comunidades estão unidas, tentando mostrar que vale a pena todas as dificuldades, fazendo um caminho ao lado de um jogo com futuro para ser exatamente o que o CS construiu em todos esses anos, e quem sabe até muito mais.

 

Se mudarmos nossa forma de pensar (e consequentemente de agir), mudamos o mundo a nossa volta. Mas a mudança que queremos tem que partir de nós mesmos.



Curta a página da Paradoxal News no Facebook: Paradoxal News


Inscreva-se para receber nossa newsletter e fique por dentro de tudo que rola no universo gamer.



Anúncios

4 comentários

  1. Thatha, acredito que nosso problema nao seja apenas na seara eletrônica. O cenário do game, retrata a atual condição da nossa sociedade, dividida, caótica e desorganizada.
    Concordo plenamente quando vc diz que é necessario uma mudanca de comportamento e mentalidade, no entanto, estendo a lógica para a sociedade como um todo.
    Continue escrevendo, seus textos são demais.