ESPORTS NEWS PC GAMES

Informações vazadas indicam possível futuro de Diablo, que pode virar um MMORPG

Humanos, Anjos ou Demônios? Eis a questão...

Na última semana a comunidade gamer entrou em alvoroço após uma série de informações sobre um novo game da série Diablo ter aparecido no Reddit, site de mídia social. E o fato do conteúdo ter sido excluído logo em seguida, além do alto nível de detalhamento do mesmo, sugere que o material seja realmente oficial. Mas para que você possa tirar suas próprias conclusões, a Paradoxal News traz uma tradução livre do arquivo vazado e uma breve história do que foi a franquia Diablo até o momento. Esperamos que curtam!

A série Diablo até aqui

No universo gamer, o nome Diablo dispensa maiores apresentações. Produzida pela gigante Blizzard, a franquia é referência máxima quando o assunto é RPG de ação desde 1996, ano de lançamento do seu primeiro título. Título este que revolucionou o gênero pela sua história envolvente e jogabilidade inovadora, o que abriu caminho para a aguardada chegada de Diablo 2 depois de quatro anos (2000).

Apesar do enorme sucesso do primeiro Diablo, pode-se dizer que Diablo 2 foi o grande responsável por colocar a franquia no Hall das melhores e mais queridas de todos os tempos. O game conseguiu a façanha de superar seu aclamado antecessor em todos os aspectos e ainda deu aos jogadores a possibilidade de se divertir online com amigos e de continuar jogando após finalizar o jogo, garantindo assim um fator “replay” interessante para aqueles que queriam continuar desenvolvendo e melhorando seus personagens.

Como Diablo 2 teve um longo tempo de vida, contando inclusive com uma comunidade ativa (e viciada) até os dias de hoje, o terceiro título da série foi lançado com um intervalo de 12 anos em relação ao seu antecessor. Diablo 3 chegou em 2012 cercado de enorme expectativa e até agradou num primeiro momento, trazendo mais uma vez uma ótima história, uma jogabilidade mais dinâmica e fluida em relação aos jogos anteriores da série, além de gráficos bem otimizados e compatíveis com os padrões da época.

Porém, Diablo 3 falhou feio em dois pontos importantíssimos: removeu a distribuição manual de pontos em atributos dos personagens e não criou grandes desafios com recompensas valiosas para os jogadores de nível mais alto. A primeira falha resultou em personagens padronizados, onde todos utilizam exatamente os mesmos itens e as mesmas skills de acordo com o “meta”. E a segunda falha prejudicou o fator “replay”, não dando motivação para que os fãs continuassem jogando depois de atingir um determinado nível em seus personagens. A Blizzard bem que tentou corrigir esses problemas criando “Temporadas”, onde todos os jogadores devem começar novamente do zero, balanceando os itens e skills, e adicionando novos cosméticos como recompensas. Mas nada disso surtiu o efeito desejado e o que se vê hoje é um game quase que abandonado pela empresa e pelos jogadores, fato que faz a comunidade estar ainda mais ansiosa por um novo Diablo que renove a franquia.

Diablo 4? Não! Provavelmente “Diablo: World of Sanctuary”

É exatamente como o título deste tópico diz: o material vazado sugere o próximo game da série terá um título próprio e não seguirá a numeração da franquia, o que torna ainda mais forte os rumores de que teremos mesmo um MMORPG e não simplesmente um game “linear”. Mas chega de papo furado e vamos ao que interessa: o material do Reddit traduzido! Lembrem-se de que é uma tradução livre, mas se o inglês por aí estiver afiado você pode ler o arquivo original em inglês neste link.

Informações gerais

  • O próximo game da franquia Diablo será anunciado durante a cerimônia de abertura da Blizzcon (02/11/2018);
  • O game não será um “Diablo 4”, mesmo com sua história tendo início logo após os eventos de Diablo 3: Reaper of Souls;
  • O gênero do game será algo entre um clássico RPG de Ação e um MMO aos moldes de Destiny;
  • Não teremos mundo aberto;
  • A câmera será isométrica (como os três jogos anteriores);
  • Ainda não será possível rotacionar a câmera, embora o ângulo da mesma seja alterado de forma automática durante alguns eventos;
  • O game terá centros sociais de interação entre os jogadores, como em Destiny. Terá também áreas públicas (onde você pode lutar contra inimigos e encontrar outros jogadores), mas a grande maioria das áreas (dungeons, quests, mods) será dedicada para o jogo solo ou em grupo fechado;
  • A história do game explica o motivo de você estar encontrando outros jogadores e o porquê deles serem tão poderosos quanto você;
  • Você deverá criar um personagem de aparência customizada no início do jogo;
  • De forma geral, o gameplay é o mesmo. Você enfrentará hordas e hordas de monstros;
  • Haverá muitas maneiras de matar seus inimigos. Seu estilo de jogo dependerá demais da sua arma, das suas skills, do seu grupo (party) e até mesmo da área em que estiver lutando;
  • Você poderá usar o cenário (jogar um inimigo de um penhasco, por exemplo), controlar o cenário (criar uma fenda profunda no chão ou fazer uma rocha se chocar contra um inimigo) e até alterar a realidade (mudar a composição do cenário, pular entre o tempo e o espaço). Alterar a realidade só será possível em games solo ou grupo fechado.
  • Haverá uma grande quantidade de NPC’s, quests secundárias, missões e eventos;
  • Raids (incursões) para 4-16 jogadores;
  • Raids matchmaking (o game vai procurar automaticamente por jogadores do seu nível ou grupos balanceados);
  • Não haverá mais o “Modo Aventura” de Diablo 3, o game continuará a partir do final do modo campanha;
  • Você poderá repetir qualquer missão do modo campanha a qualquer momento;
  • Haverá microtransações, mas apenas para itens cosméticos;
  • Não haverá caixas de loot (lootboxes). Seus itens serão adquiridos apenas por drop ou compras através de NPC’s vendedores.

História e Gameplay

  • O Modo Campanha terá aproximadamente 20 horas de duração;
  • A história começa logo após os eventos de Reaper of the Souls;
  • Após a ascensão de um Nephalem, os poderes sagrados da raça se tornaram disponíveis para todos os humanos comuns e você é um deles. Ainda não será um Nephalem completo, mas vai aprender a aumentar e controlar seus poderes;
  • A campanha principal conta uma história sobre pessoas do Santuário que se envolveram no Grande Conflito. Os Demônios estão tentando ter controle sobre o Santuário, enquanto Imperius está tentando ter os Nephalems ao seu lado para usá-los contra os demônios. Já as pessoas do Santuário estão procurando por uma maneira de manter tanto o Inferno quanto o Céu afastados. Mas caso o Santuário seja realmente selado de vez, toda a mágica e poder dos Nephalems desaparecerão,  e parte das pessoas do Santuário preferem usar seus poderes para lutar contra os Anjos e os Dêmonios. Essas pessoas que se recusam a perder seus poderes são chamadas de “Vanquishers” e o jogador poderá escolher de que lado irá ficar.
  • O gameplay base é construído em torno da coleta de recursos. Você precisará adquirir poder de Nephalem para usar skills mais poderosas e assim lutar contra inimigos mais fortes. Você também terá de coletar poder de Nephalem para participar de determinados eventos. Quanto mais poderosas forem as habilidades que você usar, mais recursos serão gastos. Uma vez que todos os recursos são usados, você terá de coletar poder de Nephalem realizando atividades simples;
  • Existem três principais tipos de atividades principais. O primeiro tipo te dá recursos. O segundo tipo gasta recursos e te dá poderes de Nephalem. O terceiro tipo são recompensas (raids e eventos) que gastam todo o seu poder de Nephalem;
  • O primeiro tipo de atividade só poderá ser feito em áreas públicas e você poderá utilizar seu poder de Nephalem para coletar recursos de forma mais rápida;
  • Este sistema de gerenciamento de recursos te obrigará a “farmar” através de todos os tipos de atividades;
  • As “Planícies do Grande Conflito” são a continuação da idéia dos “Rifts” (Fendas), porém mais complicadas e melhoradas;
  • Você poderá encontrar outros jogadores na Planície do Grande Conflito e será possível escolher entre cooperar ou competir com eles;
  • Realizando algumas atividades, os jogadores poderão contribuir com o Grande Conflito, podendo levar seu lado à vitória;
  • Haverá atividades PvE, PvP e PvEvP nas Planícies de Grande Conflito;
  • Você poderá usar os poderes de Nephalem no PvP enquanto estiver na Planície do Grande Conflito;
  • O PvP em áreas públicas foi testado, mas a equipe de produção ainda tem preocupações em relação a isso. Atualmente não é possível usar os poderes de Nephalem no PvP em áreas públicas;
  • Ranking de jogadores (Leaderboards). Quanto mais você contribuir no Grande Conflito, mais alta será sua posição no Ranking;
  • Todos os Demônios Primordiais (Prime Evils) e Demônios Inferiores (Lesser Evils) serão chefes de Raids. O anjo Imperius também será um chefe;
  • Será possível terminar toda a campanha jogando solo, além da maioria das atividades;
  • Tyrael estará ajudando os Nephalems a selar permanentemente o Santuário.

Coleta de itens (loot) e Habilidades (skills)

  • A itemização será mais parecida com Diablo 2;
  • Haverá itens comuns, magicos, raros, lendários e itens de set;
  • Itens comuns terão melhores atributos básicos (velocidade de ataque, armadura, dano base);
  • Itens mágicos terão até 3 atributos mágicos, mas seus atributos básicos serão um pouco inferiores aos dos itens comuns;
  • Itens raros terão até 6 atributos mágicos, mas seus valores máximos serão menores em relação aos itens mágicos. Você terá de escolher entre mais atributos ou melhores atributos;
  • Itens lendários serão muito mais difíceis de se conseguir em relação ao Diablo 3, mas darão poderosas skills lendárias e habilidades que mudarão seu gameplay de forma drástica. Haverão alguns requerimentos para poder destravar e utilizar essas habilidades lendárias, como por exemplo utilizar um determinado tipo de arma. Às vezes será até necessário morrer para habilitar certas skills. Algumas delas também só poderão ser utilizadas em grupo;
  • Todos os itens terão números, atributos e durabilidade diferentes. Quanto melhor a qualidade do item, mais poderoso ele será;
  • Os itens mais poderosos serão irreparáveis e terão baixa durabilidade. A ideia por trás dessa mecânica é dar ao jogo um sentimento de ser um Nephalem Deus por um curto período de tempo. É espero que os jogadores encontrem as combinações mais poderosas de itens que afetem todo o balanceamento do servidor;
  • Os itens de Set estarão disponíveis, mas terão uma mecânica diferente. Ainda não há maiores detalhes a respeito;
  • As Runas também estão de volta;
  • As Runas funcionarão de uma forma difente em relação ao Diablo 2. Elas serão algo como prefixo e sufixo, por exemplo: se você pegar uma runa com a inscrição “Fogo” e juntá-la com uma runa de inscrição “Dano”, você mudará o tipo do dano da sua arma para Dano de Fogo;
  • Não será necessário caçar Runas. Você poderá aprender a criá-las realizando determinadas atividades;
  • Não haverá escolha de classe inicial. Todos os jogadores começarão o game como um humano comum e com os mesmos atributos;
  • Você poderá escolher quais atributos aumentar (como em Diablo 2). E serão 4 atributos: Força, Inteligência, Destreza e Vitalidade;
  • As skills terão requerimentos como nível do jogador, atributos, itens, quantidade de poder de Nephalem etc. Você poderá, por exemplo, aprender skills típicas de Bárbaro e de Mago ao mesmo tempo, se tiver pontos suficientes em Força e Inteligência para isso;
  • Você terá que destravar skills realizando determinadas atividades. Para conseguir algumas delas, será necessário estar em grupo. Haverão skills raras que demandarão o fechamento de uma série de quests para serem liberadas;
  • Você poderá fortalecer suas skills gastando “skill points”.

​Outras informações

  • Ainda não há uma data oficial de lançamento confirmada;
  • O jogo ainda está em fase Alpha (anterior à Beta);
  • Uma Demo jogável está disponível na Blizzcon 2018.

E aí, o que achou? Se os dados do arquivo se confirmarem, parece que teremos mudanças significativas na série. Mas só nos resta agora aguardar até o dia 02 de Novembro pelas informações oficiais!



Quer desenvolver o hábito da leitura mas não quer largar os games? Trouxemos um vídeo que fala dos 7 livros de jogos que você pode começar a ler e ainda entender um pouco mais sobre o seu universo favorito!





Inscreva-se para receber nossa newsletter e fique por dentro de tudo que rola no universo gamer.



1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: