E-SPORTS NEWS FORTNITE

Fortnite e a estratégia do sucesso em um jogo gratuito

O jogo Fortnite já está em sua sétima temporada, e o sucesso todo é estrondoso. Afinal, não é qualquer jogo que tem sua própria marca de roupas ou vira referência para as comemorações de gols de jogadores da seleção da Inglaterra e França em plena Copa do Mundo.

A popularidade do game vem crescendo desde que foi criado, em 2017. Hoje, tem 200 milhões de usuários registrados no mundo todo e já chegou a ter 3,4 milhões de pessoas jogando simultaneamente.

O jogo combina tudo aquilo que é a febre dos games atualmente: o Battle Royale. Entretanto, vem um questionamento, se o modo Battle Royale é garantia de sucesso garantido, porque somente Fortnite faz um sucesso tão absurdo no mundo todo assim? Bom, primeiramente é porque o jogo é acessível, com um gráfico animado e gratuito.

Para além de sua popularidade, o Fortnite simboliza uma série de transformações que vêm acontecendo gradualmente no mercado de games.

Ele marca uma mudança estética nos videogames: o retorno a um design estilizado, a inversão na tendência de jogos de ação com gráficos cada vez mais realistas.
E é talvez o melhor exemplo do auge de um novo modelo comercialização que se consolidou nos últimos anos.

A empresa ganha com patrocínios, merchandising, um marketing elevado e, principalmente, com as atualizações e skins. Na qual apoiam veementemente criadores de conteúdo para a divulgação de tais novidades nas atualizações, gerando um hype enorme.

WhatsApp Image 2018-12-16 at 14.00.04

A mais nova atualização foi a possibilidade de customização em suas armas e veículos. Isso pode parecer pequeno, mas já aumenta a renda do jogo drasticamente, pois gera mais skins e mais pessoas comprando tal novidade, é um ciclo, e feito com muita inteligência.



Curta a página da Paradoxal News no Facebook: Paradoxal News


Inscreva-se para receber nossa newsletter e fique por dentro de tudo que rola no universo gamer.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.