ESPORTS NEWS NINTENDO

Nintendo considera a possibilidade de deixar o mercado de consoles.

Em entrevista recente para a Nikkei, o presidente Shuntaro Furukawa comentou a possibilidade de futuramente deixar o mercado de consoles. A Nintendo Everything fez a tradução da entrevista para o inglês aqui.

Em tradução livre deixarei a entrevista em português:

“Você é responsável por vários consoles e softwares, mas há sempre um grande risco que vem junto com tal responsabilidade.

Furukawa: Nós somos da indústria de entretenimento, não há muito o que podemos fazer sobre esse risco. O princípio que nos guia é a possibilidade de oferecer aos nossos clientes por todo o mundo formas inovadoras e únicas de jogar video games.

Eu não quero que nossos desenvolvedores pensem demais em “O que eu deveria fazer se eu falhar?”. Minha função mais importante é facilitar um ambiente onde eles podem demonstrar suas próprias habilidades. Eu não sou um desenvolvedor profissional, então ei tenho de deixar o desenvolvimento para os líderes que conseguem dizer o que é um bom jogo e o que não é.

Você fica totalmente de fora?

Furukawa: Bom, deixar tudo nas mãos dos outros seria irresponsabilidade. Eu separo bastante tempo para garantir que as pessoas que eu deixo encarregadas estejam de acordo comigo. No que toca as decisões em como deveríamos melhorar nossa tecnologia e a direção que a Nintendo deve seguir, eu baseio minhas decisões finais na forma de pensar dos chefes de desenvolvimento.

Eu não acho que é boa ideia dar liberdade total. Eu quero que haja mais um equilíbrio entre liberdade e disciplina.

Você já se deparou com um “dilema da inovação” – onde os sucessos anteriores da empresa eram grandes demais, tornando a inovação impossível?

Furukawa: Nós não estamos realmente focados em nossos consoles. No momento, estamos oferecendo o exclusivo Nintendo Switch e seu software – e é nisso que estamos baseando a forma como oferecemos a “experiência da Nintendo”. Dito isto, a tecnologia muda. Continuaremos a pensar de maneira flexível sobre como oferecer essa experiência com o passar do tempo.

Há mais de 30 anos que começamos a desenvolver consoles. A história da Nintendo vai ainda mais longe e, através de todas as lutas que enfrentaram, a única coisa em que pensavam era o que fazer em seguida. A longo prazo, talvez nosso foco como empresa possa se afastar dos consoles domésticos – a flexibilidade é tão importante quanto a engenhosidade.

Você espera que as flutuações no desempenho dos negócios continuem daqui em diante?

Furukawa: Estou pensando em pequenas maneiras de reduzir esse tipo de instabilidade. Eu gostaria de aumentar a quantidade de jogos em smartphones que têm um fluxo contínuo de receita. Também estamos nos interessando por parques temáticos e filmes – maneiras diferentes de fazer com que nossos personagens façam parte da vida cotidiana. Estou antecipando uma forte sinergia como essa.”

Vale reforçar que tudo o que Shuntaro Furukawa fez foi abrir as portas da Nintendo para novos mercados, deixando incerto se a empresa realmente deixaria o mercado de consoles daqui algum tempo.

 



Quer desenvolver o hábito da leitura mas não quer largar os games? Trouxemos um vídeo que fala dos 7 livros de jogos que você pode começar a ler e ainda entender um pouco mais sobre o seu universo favorito!





Inscreva-se para receber nossa newsletter e fique por dentro de tudo que rola no universo gamer.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: