E-SPORTS NEWS FIFA

FUT Champions CUP de Janeiro manchada? Entenda!

No último final de semana (25,26 e 27), foi disputado novamente em Bucareste, mais uma FUT Champions CUP, a primeira de 2019. A competição contou com 64 jogadores do XBOX One e do PS4 (32 jogadores de cada plataforma), onde estiveram presentes os seguintes brasileiros:

  • Vini Leiva (Netshoes E-Sports) – XBOX One
  • Pedro Resende (M10 eSports) – XBOX One
  • Senna do Boné (SPQR Brasil Team) – XBOX One
  • Matheus Longaray (SPQR Brasil Team) – XBOX One
  • Flávio “Fifilza” (Wolves eSports) – PS4
  • Henrique “Zezinho23” Lempke (Team Gullit) – PS4

Infelizmente, uma polêmica envolvendo o brasileiro Pedro Resende pôde ter manchado a competição, mas isso será explicado ao longo dessa matéria.

Todos os brasileiros, com exceção de Resende, conseguiram avançar para a fase mata-mata. Isso ocorreu porque todos tiveram no mínimo três vitórias em cinco jogos que disputaram na fase de grupos (vamos considerar que um jogo equivale a 180 minutos, pois o atleta realiza dois jogos contra cada adversário e utiliza-se o placar agregado). Vale destacar a recuperação que Vini Leiva teve na fase inicial da competição, pois acabou sendo derrotado em seus dois primeiros jogos e conseguiu vencer três jogos em seguida, resultando em sua classificação.

No PS4, Henrique “Zezinho23” Lempke acabou sendo derrotado pelo jogador “Piko1” nas oitavas de final. O outro brasileiro do PS4, Flávio “Fifilza”, conseguiu avançar até as quartas de final, onde enfrentou o jogador “LostInTheWavesz, em uma partida em que Fifilza viu seu adversário abusar de gols de fora da área com o Cristiano Ronaldo. A partida porém foi equilibrada, terminando com um placar agregado adverso para Fifilza de 12 x 10.

Já no XBOX, os brasileiros Senna e Matheus Longaray se enfrentaram nas oitavas de final. Rodrigo Fioravante, dono da SPQR Brasil Team, comentou que houve uma suposta mudança na tabela, fazendo com que os brasileiros se enfrentassem já nessa fase. Apesar disso, Senna acabou se classificando para a fase quartas de final, onde enfrentou o inglês “F2Tekkz”, sofrendo uma goleada de 11×1 no placar agregado. O brasileiro Vini Leiva também teve sua eliminação decretada na fase quartas de final, em um jogo extremamente equilibrado contra o alemão “DullenMike”, que se tornaria o campeão da competição derrotando seu compatriota e campeão do PS4, Hasan”Hasoo”Eker.

Como havia dito, nessa FUT Champions Cup, houve uma polêmica envolvendo o brasileiro Pedro Resende e o inglês “Fully”. O confronto entre os dois jogadores ocorreu na fase de grupos e determinava quem iria se classificar para a fase mata-mata da competição.

Na segunda partida entre os dois, Fully havia modificado taticamente a sua equipe. Porém, o FIFA 19 ainda apresenta um bug referente às posições dos jogadores em campo. Algumas vezes, quando há uma mudança tática feita pelo atleta em seu time, alguns jogadores trocam de posição em campo sem que tenha havido alguma instrução para isso. Por exemplo, um meio campista pode virar zagueiro e um atacante pode virar um lateral, e quem está controlando o time não pode fazer nada para arrumar isso. Após identificar esse bug, Fully levantou a mão e chamou os organizadores. Acontece que, nesse meio tempo, Resende marcou um gol, que seria anulado futuramente.

Sendo assim, a partida foi reiniciada e configurada para voltar no mesmo tempo em que estava quando foi interrompida, e com um gol anulado de Resende. Entretanto, o brasileiro não tinha conhecimento da anulação de seu gol. Com isso, ao término do jogo, o que parecia ter sido um empate para Resende, na realidade foi uma derrota.

Após esse acontecimento, Resende foi informado que a organização iria analisar o ocorrido, e como vocês já sabem, houve uma resposta negativa para Resende, onde ele foi eliminado da competição. Os brasileiros se reuniram para argumentar com os organizadores mas não tiveram sucesso.

Todo esse episódio fez com que o descontentamento da comunidade brasileira com a EA Sports em relação ao FIFA 19 só aumentasse. Muitos torcedores ficaram indignados com a decisão da EA Sports. O fato é que, tanto os jogadores quanto os torcedores, não irão desistir de buscar uma maior visibilidade para a América do Sul e para o Brasil no cenário competitivo de FIFA.

No próximo mês, terá outra FUT Champions Cup, em Londres. Esperamos que tenha uma organização ainda maior para não haver esse tipo de problema. A certeza é que centenas de torcedores irão acompanhar nossos atletas em mais uma jornada, independente de qualquer coisa. Os brasileiros realmente não desistem…

 

 



Curta a página da Paradoxal News no Facebook: Paradoxal News


Inscreva-se para receber nossa newsletter e fique por dentro de tudo que rola no universo gamer.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.