E-SPORTS NEWS FIFA

Entrevistamos Ébio “EbinhoB” Bernardes, um dos dois representantes brasileiros no FIFA eClub World Cup

Ele tem como companheiro de equipe Flávio “Fifilza7”. Juntos, os dois vestem a camisa do Wolves, da Inglaterra.

O atleta brasileiro de FIFA, Ébio “EbinhoB” Bernardes, conversou com a Paradoxal News um dia antes da estreia no FIFA eClub World Cup. Ele tem como companheiro outro brasileiro, Flávio “Fifilza7. Os dois atletas fazem parte do Wolves eSports, da Inglaterra. Na entrevista, Ébio se mostrou muito contente e surpreso coma recepção no clube inglês, e promete comemorar cada etapa avançada na competição, já que quanto maior a classificação final, maior o número de Global Series Points, que ajuda os competidores no calendário do FIFA 19 competitivo.


Confira a entrevista:

Primeiro, gostaria que se apresentasse e falasse um pouco sobre sua história.

Tenho 21 anos, faço faculdade de Jornalismo e quando era mais novo jogava futebol nas categorias de base da Portuguesa, onde permaneci por 6 anos. Tive que desistir por conta de problemas de saúde do meu pai, que era quem me levava jogar. Como amo o futebol continuei jogando, mas no futebol virtual. Comecei no FIFA 16. Teve um campeonato na minha cidade, Jundiaí, onde acabei sendo campeão. Na época não tinha Weekend League, então o competitivo era bem restrito, acontecia mais por conta de grupos no Whatsapp. Entrei em alguns desses grupos e comecei a disputar campeonatos, até que no FIFA 17 foi lançado a Weekend League. Comecei a me destacar nas WL’s, pegando classificações elevadas. Aí surgiu o convite da eFlix, primeira equipe que me convidou. Aceitei e em seguida a eFlix se tornou Netshoes, onde continuei até o FIFA 19, quando meu contrato se encerrou e não houve uma renovação. Voltei a jogar por conta, até me classificar pro Mundial e fazer uma ótima campanha. Foi aí que surgiu o interesse da Bundled e do Wolves para que eu participasse como uma espécie de completer na classificatória para o eClub World Cup, mas como conseguimos nos classificar de forma invicta o Wolves decidiu me contratar em definitivo.

Como está sendo essa experiência junto ao Wolves?

A experiência está sendo incrível. Fui muito bem recebido e nos tratam muito bem, então acho que isso é o que mais importa. Tem todo um suporte fora do jogo, além de jogar ao lado de um amigo, tornando as coisas mais fáceis. Tudo está acontecendo melhor do que eu esperava, até agora não tem do que reclamar. Sei que preciso apenas focar no jogo, já que sei que temos pessoas com capacidade total de cuidar tudo de fora do jogo. Está sendo uma experiência muito bacana.

Vocês vão participar do Fifa eClub World Cup neste final de semana, um campeonato um pouco diferente do normal. Isso exige uma preparação diferente?

O campeonato é um pouco diferente. Algumas partidas serão jogadas em dupla, então isso exige uma preparação extra. Temos que saber como jogar em dupla, onde você não tem todo o controle sobre o jogo, ele é dividido. Isso às vezes atrapalha em vez de ajudar, já que não estamos acostumados, mas acho que o fato de sermos brasileiros faz com que a comunicação seja mais fácil em comparação a outros times. Pode ser que isso pese e seja um diferencial para conseguirmos as vitórias. Também acredito que meu estilo de jogo encaixa bem com o do Fifilza, já que ele toca bastante a bola enquanto eu gosto mais de driblar. Então acho que se conseguirmos equiparar nossos estilos poderemos ter grandes resultados.

Quais as expectativas da dupla para essa edição do Fifa e Club World Cup e qual a importância desse campeonato individualmente?

Esperamos ir bem longe. Conversamos bastante sobre isso e acho que temos consciência que nós possuímos capacidade pra chegar longe. Claro que essas partidas 2 contra 2 deixam um pouco de ansiedade pra jogar e pra ver como vai ser, mas nas questões individuais acho que a gente tem um bom nível e podemos ir longe, até surpreender. Se espera muito de outros times e não estão falando mundo da gente, então pode ser um fator que podemos abraçar e aproveitar. Individualmente esse campeonato, assim como o FUT Champions Cup, tem a mesma pontuação pro ranking do FIFA Global Series, então só de estar aqui nós já temos 275 pontos garantidos. Isso tanto pra mim quanto pro Flávio (Fifilza) é importante já que ele garante uma vaga no top 16, e eu me aproximo. Acho que fico a uma posição dos 16 classificados pro Mundial final e também fico bem posicionado pro Global Series. Qualquer fase avançada aqui tem que ser muito comemorada e qualquer ponto a mais que ganharmos será importante lá no final.

Vocês têm logo de cara um adversário que pode ser considerado um clássico por conta do futebol real, o Manchester City eSports. Existe essa rivalidade entre as duas equipes no FIFA?

O primeiro confronto é contra os atuais campeões (Brondy IF). Sabemos que eles já estão acostumados com esse formato, mas acreditamos que temos capacidade de vencê-los nos confrontos individuais. No confronto em duplas, dependendo dos resultados, vamos tentar jogar mais seguros, tentar ficar um pouco mais com a bola. Sobre a rivalidade com o Manchester City acredito que não tem muito, já que os jogadores não se conhecem e não costumam jogar contra, mesmo sabendo da rivalidade no futebol real. Como qualquer outro jogo temos que entrar focados, buscando sempre a vitória.

Por fim, gostaria de deixar um espaço para que você mandasse uma mensagem aos fãs.

Só tenho que agradecer a rapaziada que me acompanha. Todos sabem da “La Ébionera”, pessoal que me acompanha e sempre estão comigo nas minhas redes sociais e streams. Sei que independentemente do resultado eles sempre estarão comigo e é isso que me faz continuar e ter forças para treinar, me dedicar ao jogo e buscar sempre o meu melhor. Sei que indiretamente ou diretamente eu inspiro algumas pessoas. Tenho a ciência que sou importante nas vidas e atitudes dessas pessoas. Isso me traz uma responsabilidade e um orgulho muito grande. Então tenho que ser exemplo pois sei que isso me guia da maneira certa. Também sei que em momentos difíceis terei pessoas ao meu lado que estarão me apoiando. No fundo, os momentos difíceis são onde precisamos dessas pessoas ou acabamos nos afundando. Os fãs sempre ajudam a nos levantar e é isso que eu mais tenho a agradecer. Eles são muito fiéis. E é isso, é “La Ébionera no bagulho!”.



Os brasileiros do Wolves estreiam amanha, contra o Brondy IF, pelo Grupo A. As partidas começam às 08h, com transmissão nas redes sociais oficias do FIFA eClub World Cup (Twitter, Facebook e YouTube, e também no site oficial da FIFA.



Quer desenvolver o hábito da leitura mas não quer largar os games? Trouxemos um vídeo que fala dos 7 livros de jogos que você pode começar a ler e ainda entender um pouco mais sobre o seu universo favorito!





Inscreva-se para receber nossa newsletter e fique por dentro de tudo que rola no universo gamer.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: