E-SPORTS NEWS LEAGUE OF LEGENDS

Conselheira do Flamengo chama jogadores online de: “nerds da pior espécie” e é rebatida por brTT: “vai se tratar”.

Inicialmente, é com pesar que escrevo esse texto. É uma luta que pensei que já havíamos deixado para trás. Que já havíamos vencido. Uma notícia que abalou o e-Sport brasileiro ontem, foi uma Conselheira do Flamengo “Marion Koncyzk Kaplan”, que escreveu diversos tweets preconceituosos sobre o mundo do e-Sport, principalmente o League of Legends.

Tudo começou com esse post abaixo, no qual o twitter do Flamengo e-Sports postou que haviam conquistado mais uma vitória (atualmente estão em primeiro colocado isolado, com um total de 13 vitórias e 1 derrota). Marion, ao se sentir, inexplicavelmente, ofendida com tal post, rotulando, inclusive, como “nerds autistas”, respondeu na imagem abaixo:

Sem título.png

O principal ponto na questão é que ela justificou o preconceito dela com e-Sport (nerd da pior espécie) fazendo uma correlação com o futebol feminino (nesse ponto, Marion quis dizer que a equipe do Flamengo nem sequer divulga os resultados dos jogos femininos, o que ela não sabe é que cada equipe diferente no Clube de Regatas Flamengo possui um twitter diferente, e ela deveria saber, pois é conselheira do clube).

Outro ponto que levo em consideração é sobre o estereótipo do jogador de “joguinhos online”, será que ela teria a mesma reação se fosse o Felipe “brTT” Gonçalves? Ela usaria a palavra “nerd da pior espécie”? Provavelmente não.

dasdasdsaads.png

Os tweets dela foram uma chuva de preconceitos. Preconceito com o que? Provavelmente com o desconhecido, com aquilo que não entende, uma mente fechada e um pensamento arcaico que propaga, muitas das vezes, uma toxicidade no âmbito de e-Sport. E o Flamengo não abandonou os outros esportes, o Flamengo abandonou aquilo que não trazia lucro, pelo contrário, um prejuízo enorme, como foi o caso da Ginástica. O Flamengo possui time de basquete, vôlei, futebol feminino (junto da Marinha), contratou o campeão olímpico Isaquias Queiroz nos últimos dias para o Remo, entre vários outros. Uma coisa que esse povo ainda não sabe é: e-Sport LUCRA.

Muitos podem citar: “ah, mas é só uma mulher louca que ficou falando besteira no twitter”. Antes fosse. Segue o vídeo abaixo:

 

Marion deletou as suas redes e tudo mais, entretanto antes disso ainda deixou um recado, ao ser chamada pelo Rafael “Rakin” Knittel, para debater:

“Tarde demais. Vou fazer de tudo para acabar c o LOL. Meu objetivo 1ro era denunciar o abandono de quase todos os esportes no CRF, enquanto o LOL é divulgado. Mas devido aos ataques violentos e as ameaças massa (nada perto do q falei) vejo o quanto o LOL tem q ser extirpado.”

O lado bom é saber que pessoas assim foram totalmente repreendidas pelo que disseram. Que a maioria das pessoas já entendem o que é o e-Sport. Para o Flamengo, por exemplo, é a propagação de uma marca. É conquistar títulos, é ser pioneiro, no Brasil, como a primeira equipe de futebol que já está consolidada no competitivo. É muito mais do que tudo isso.

 

 

 



Quer desenvolver o hábito da leitura mas não quer largar os games? Trouxemos um vídeo que fala dos 7 livros de jogos que você pode começar a ler e ainda entender um pouco mais sobre o seu universo favorito!





Inscreva-se para receber nossa newsletter e fique por dentro de tudo que rola no universo gamer.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: