E-SPORTS NEWS NINTENDO

Pokémon Sw/Sh – O jogo menos popular da E3 e um dos mais comprados em pré-venda

Muitos fãs da franquia estão em completo desagrado com algumas novidades sobre o tão esperado jogo principal que compensaria o que muitos reclamaram sobre Pokémon Let’s Go. Levando em conta a opinião pública através do sistema de votação do Youtube nos canais oficiais, o trailer de Pokém Sword & Shield e sua cobertura na Treehouse tem mais de 49.000 dislikes e algo em torno de 16.000 likes, tendo então o maior número de dislikes por visualização.

Um usuário do Reddit, SolracM, fez um gráfico mostrando o quão à frente Pokémon ficou em números de dislikes em comparação com o segundo e terceiro lugar, Battletoads e Shenmue III respectivamente.

gráfico

Esse grande aumento do número de dislikes veio com a notícia de que os novos jogos não terão disponíveis a National Dex, logo, muitos pokémons ficarão de fora da região de Galar. Isso para alguns é irrelevante, para outros é impensável essa decisão da Gamefreak, a justificativa para tal corte é que assim eles poderiam focar em melhorias gráficas, o que não pareceu ter colado com muita gente.

Para muitos fãs a retirada das Mega evoluções, Z-moves e diversos pokémons será muito impactante no cenário competitivo, o que aumenta ainda mais a preocupação dos fãs que continuam se dedicando  após passar do desafio “final” do jogo. Obviamente a Internet não perdoou a decisão da GF em retirar a national dex em prol das melhorias gráficas, um tanto duvidosas se me permitem dizer.

 

Apesar de todos os protestos dos fãs, não demorou muito para que surgisse a notícia de que Pokémon Sw/Sh foi o segundo jogo mais vendido em pré-venda na Gamestop, o que isso significa? Que os fãs só estão fazendo barulho “a toa”?

Não é bem assim, como é compreensível, muitos dos fãs vem de uma longa data, jogaram incontáveis jogos e aguardaram ansiosamente pelo primeiro jogo da série principal de Switch. E mesmo com todas essas notícias os fãs ainda vão jogar e ver de perto como está o jogo, e isso em hipótese alguma tira o direito deles em criticar algo que soa para muitos como um descaso da Gamefreak com a franquia e seus fãs. E isso foi algo que vimos recentemente em Mario Maker 2 e que os fãs foram levados em conta e a Nintendo voltou atrás com a decisão de que amigos não conseguiriam jogar online. Não é porque algo não nos agrada que devemos fechar em nossa bolha e em nossa zona de conforto, um fã, um consumidor sempre terá todo o direito de reclamar daquilo que acha que não está condizente.

Veja também: Novo controle Hori para Nintendo Switch



Curta a página da Paradoxal News no Facebook: Paradoxal News


Inscreva-se para receber nossa newsletter e fique por dentro de tudo que rola no universo gamer.



Anúncios