CS:GO E-SPORTS NEWS

CS:GO – Opinião: zews representou o Brasil

Jogar counter-strike não é uma tarefa muito fácil nos dias de hoje… Imagine então jogar em um campeonato profissional, com boa premiação, milhares de pessoas te observando (e julgando, claro) e contra times que estão no topo do ranking mundial. Complicado né?

Veja também: CS:GO – Comandos de inicialização e opções que melhoram o FPS

Wilton ‘zews’ Prado é o treinador da equipe brasileira MIBR. Com anos de experiência no cenário, zews teve uma missão ingrata nesses últimos dias: Entrar no lugar de Marcelo “coldzera” David e JOGAR torneios profissionais com seus colegas de time. Embora zews tenha uma noção absurda de jogo (senão, não estaria desempenhando a tarefa que foi contratado para fazer), jogar nesse nível requer muita prática, reflexo, habilidade e talento.

  • Representar o Brasil

Embora o título traga um ar de responsabilidade, não era bem isso que era esperado dele. Ele estava ali para completar o time, mas sua contribuição foi muito mais além. A MIBR possui os maiores jogadores de counter-strike do Brasil que são FalleN, fer e TACO. A equipe está passando por uma seca de títulos, e talvez a fase mais complicada do core  onde, atrelado ao mau rendimento dentro dos servidores, está a saída de um dos nomes de referências da equipe.

LUCAS1 e zews parecem ter resgatado a alegria de jogar do time. E isso é de extrema importância dentro do cenário profissional, seja de qualquer esporte. Quando se faz o que ama com vontade, as coisas tendem a fluir. E o que vimos nos “olhos” do zews foi isso… Uma vontade de ganhar o mundo, mesmo sabendo que não era de sua responsabilidade fazer com que o time andasse para frente após tantos tropeços.

  • Notas no twitter

FalleN deu seu recado e publicou uma foto ao lado do amigo:

fer agradeceu todos do time e em especial zews:

A definição de alegria pode ser vista nesses vídeos postados pela ESL:

Veja também: CS:GO – Possíveis players para a MIBR

Embora tenha sido uma “enrascada” e, até agora, não sabemos até que ponto zews estava preparado para receber a notícia de que coldzera não estaria com o time, o coach deu o seu máximo, jogou bem e representou o Brasil no CS:GO… E que venha o Major!



Curta a página da Paradoxal News no Facebook: Paradoxal News


Inscreva-se para receber nossa newsletter e fique por dentro de tudo que rola no universo gamer.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.