ESPORTS NEWS RAINBOW 6: SIEGE

Rainbow Six – Guia de como atacar melhor nas partidas

As ações de ataque no Rainbow Six Siege sempre foram complicadas de serem resolvidas. Com o meta atual dos 20 segundos, saber lidar com essa situação continua não sendo uma das tarefas mais fáceis. Isso é observado no competitivo, onde apenas um único mapa dentre os sete disponíveis é favorável estatisticamente para os atacantes. Portanto, a Paradoxal News resolveu trazer hoje um guia de como atacar melhor no R6 – como base dicas dos canais Nerd Engenheiro e PacmanDownUnder.

Este guia não trará para você dicas básicas, como a necessidade de se dronar ou da importância da comunicação. Se você está começando agora no Rainbow Six e quer saber como jogar o game, vá em nosso texto sobre as 6 dicas primordiais para iniciantes. Aqui falaremos sobre a importância das funções dos operadores, da criação de estratégias e do uso inteligente de posicionamentos. 

Tenha um pick de operadores equilibrados

O primeiro passo para atacar melhor no R6 é: escolher o operador certo para a sua equipe. Sabemos que nem sempre é possível jogar com squad fechado, sendo assim muitas das plays acontecendo de forma solitária. Mas, ainda assim é necessário identificar o que é importante para poder atacar um bomb. O pick do operador deve fazer sentido com a composição escolhida e com o mapa em que se está jogando. 

Um exemplo claro da falta desse equilíbrio pode ser visto em times que não utilizam um hard breacher. Se isso não for combinado em uma estratégia muito bem definida, as chances de sucesso são pequenas. Isso porque a entrada nos bombs se torna mais difícil, principalmente pelo fato de a defesa contar com o tempo ao seu favor. Sem estourar paredes ou alçapões, a linha de visão também fica limitada.

+ Rainbow Six – Dicas de como reforçar as paredes na defesa

No entanto, o que você deve escolher? Existem diferentes formas de fazer uma composição ideal, até mesmo para um mesmo bomb em um mesmo mapa. Ainda assim existe uma “fórmula universal” que pode ser seguida. Ter um hard e um soft breacher, um caçador de roamers e um destruidor de gadgets pode ser uma combinação base essencial para se conseguir mais vitórias. 

Para comprovar isso, basta observar a tabela de pick e vitórias da season 3 deste ano. Ash está sempre entre as mais selecionadas, assim como Sledge. Ambos fazem a mesma função de soft breacher, possuem boas armas e nível de dificuldade baixo. O mesmo acontece com Ace (Hard Breacher), Thatcher (Destruidor de Gadgets) e Jackal (Caçador). Os bans também mostram isso, já que os três últimos citados também estão no TOP 5 de remoções nas ranqueadas.

A quinta escolha pode variar bastante, podendo ser ela a duplicação de uma função ou um operador para criar situações inusitadas para os rivais. Geralmente é pickado alguém que possa marcar rotações ou controlar áreas, como é o caso da Nomad. Mas, tudo vai depender de qual estratégia pretende seguir.

Fonte: Ubisoft (Data: 04/11/2020)

Faça o domínio do mapa

O ataque no R6 pode ganhar de duas formas: matando todos os adversários ou fazendo o plant do desativador. Apesar de não ser o objetivo principal, é preciso entender que fazer o domínio do mapa é essencial para se chegar à vitória. No vídeo “Como dominar o ataque em todos os bombs”, do Nerd Engenheiro, a principal ideia citada é a de dominar o andar superior ao do bomb.

Entrar diretamente no andar do objetivo pode ser perigoso por dois motivos. Em primeiro lugar, na maioria das vezes o defensor estará esperando em um pixel muito melhor. Ele não tem a obrigação de avançar e pode preparar o bomb ao seu favor. Em segundo lugar, os espaços deixados no andar superior podem ser perfeitos para roamers aproveitarem rotações e também pixels mais fechados e seguros. 

Fazer o domínio do mapa exige esforço e trabalho em equipe, mas também encaminha o grupo para uma chance maior de sucesso. Ao entrar no andar superior você será capaz de caçar os rivais que estão fora do bomb, diminuindo assim seu efetivo. Também será possível abrir alçapões e pixels que darão linha de visão para mais kills. Você ainda pode tirar âncoras de posição, tornando o trabalho de eliminação mais fácil. 

Em mapas grandes, como Café, esse domínio pode ser reduzido para áreas mais específicas. É necessário ganhar tempo e o controle de rotações é ainda mais necessário. Operadores com Claymore ou específicos para evitar o avanço de roamers são essenciais, como é o caso da Nomad ou Gridlock

Administre seu tempo como forma de atacar melhor no R6

Essa dica de como atacar melhor no R6 parece até que veio de um guia qualquer de administração, mas ela é extremamente útil para se obter sucesso no jogo e chegar à ranques mais altos. O tempo, como dito anteriormente, está sempre do lado da defesa. Quanto mais se demora para tomar uma ação, menores são as chances de corrigir os erros. 

Portanto, entrar no mapa já tendo uma ideia do que deve ser feito é essencial. Irá dominar o andar superior para fazer um controle total? Surpreenderá com um plant rápido? Fará uma barragem de explosivos com Fuze e outros operadores com granada? Você precisa fazer tudo isso de forma rápida. Pois, se não der certo, é preciso acionar o Plano B. 

O meta dos 20 segundos existe justamente em prol disso. Em resumo: caça-se os roamers, destrói-se os gadgets e avança para o plant nos segundos finais. Perder tempo demais com o domínio de mapa ou mesmo atrapalhado com uma defesa ativa podem ser fatais. Tenha sempre em mente o tempo, principalmente em mapas grandes. 

Print do segundo andar do mapa Parque Temático onde há um pixel para o bom e rotações | Fonte: Rainbow Six (Data: 04/11/2020)

Use de posicionamentos estratégicos 

Já falamos sobre domínio de mapa e como os pixels de andares superiores podem ser vantajosos. Isso por si só já é um bom uso de posicionamento estratégico dentro do game. Mas, para se atacar melhor no R6 é preciso fazer mais. Você deve explorar outras posições ao passo que o ataque está acima da defesa. Isso porque os defensores ainda podem mudar de localização e será necessário alguém no mesmo andar para aproveitar dessa movimentação desesperada. 

Marcações cruzadas são fatais para os defensores, pois enquanto os mesmos estão ocupados com um atacante outro pode pegá-lo a partir de um ângulo diferente. Um exemplo delas está no mapa Litoral, no bomb do Bar do Narguile. Enquanto um operador fica na varanda, outro pode marcar pela janela lateral. Esse uso de posicionamento é básico, mas sua repetição mostra o quanto é efetivo. 

+ Rainbow Six – Operador Ace está mudando o meta do competitivo

O posicionamento torna-se ainda mais necessário no momento do after plant, quando o desativador já está no chão e precisa ser protegido. Caso o ataque não saiba como se colocar, pode acabar perdendo uma situação de vitória eminente. Essa marcação cruzada é mais efetiva nesses momentos, pois evita o erro de todos olhando o mesmo lugar.

Como você pode saber o posicionamento que deve fazer? Use a ferramenta de partida personalizada para estudar os mapas. Lá você pode fazer pixels e ver como um buraco X pode dar visão para um bomb Y. Outra forma é assistir aos campeonatos profissionais, pois estes trazem dinâmicas diferentes e que estão funcionando no meta atual. 

Seguindo essas dicas de como atacar melhor no R6, você pode aumentar sua eficiência dentro do game. Existem conceitos mais técnicos e pessoais de cada mapa, mas essa base é suficiente para se ter uma melhor leitura da partida. 

Leia mais:

+ Rainbow Six – Saiba como conseguir aos amuletos do Six Major no Twitch Drops



Quer desenvolver o hábito da leitura mas não quer largar os games? Trouxemos um vídeo que fala dos 7 livros de jogos que você pode começar a ler e ainda entender um pouco mais sobre o seu universo favorito!





Inscreva-se para receber nossa newsletter e fique por dentro de tudo que rola no universo gamer.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: