ESPORTS NEWS PC GAMES

Fã de Diablo? Conheça 10 RPGs de ação que beberam da fonte da Blizzard para jogar em 2020

Se você é grande fã de Diablo, a famosa franquia de RPG de ação da Blizzard, a esta altura já tem conhecimento de que o quarto título da série encontra-se atualmente em desenvolvimento, e com certeza vem nutrindo grande expectativa em torno de seu lançamento.

Caso queira ver na integra o nosso vídeo sobre os 10 RPGS, basta clicar aqui.

Mas enquanto não temos ainda uma data oficial para retornar ao Santuário, podemos nos divertir e matar um pouco dessa ansiedade através de alguns títulos que beberam da fonte de Diablo e conseguiram resultados bem interessantes, superando aquele rótulo de meras cópias.

Então, se esse tipo de passatempo é o que você procura, confira abaixo nossa lista de bons RPGs de ação isométricos que se assemelham a Diablo! E não se preocupe, pois temos certeza de que você encontrará uma fonte de diversão independente de sua plataforma de games favorita!

Ah, todos os títulos da lista (com exceção óbvia dos MMO) possuem modo multiplayer cooperativo online para até 4 jogadores!

Victor Vran: Overkill Edition
– PS4, Xbox One, Switch e PC

Diferente da grande maioria dos RPGs de ação isométricos, que são elaborados para se jogar em um PC com os recursos do combo teclado e mouse, Victor Vran foi desenvolvido para ser um game multiplataforma. E talvez seja exatamente por isso que o game apresente sistemas simples e fáceis de se compreender e dominar, puxando muito mais para o lado da ação do que para o lado do RPG.

Lançado originalmente em 2015, o título ganhou uma versão especial dois anos depois, chamada de Overkill Edition. Esta edição conta com o jogo base e suas duas DLCs: Motorhead Through the Ages e Fractured Worlds. Enquanto a primeira adiciona uma nova campanha que faz diversas homenagens à banda de rock de mesmo nome, a segunda funciona como uma espécie de “end-game” para o jogo, com masmorras aleatórias e infinitas.

The Incredible Adventures of Van Helsing: Final Cut
– PC

The Incredible Adventures of Van Helsing é uma franquia exclusiva para PC que conta com três títulos independentes, lançados entre 2013 e 2015. E foi exatamente há 5 anos atrás que a série ganhou também sua versão definitiva, chamada de Final Cut. Esta edição especial reúne as campanhas de toda a trilogia em um único jogo, adicionando ainda diversos novos conteúdos.

Este ótimo RPG conta com 6 classes distintas, árvores de habilidades longas e complexas, um mini-game no estilo “Tower Defense” e um sistema que gera questas diárias, além de eventos e desafios semanais que podem manter os jogadores ativos mesmo após concluírem a campanha principal.

Warhammer: Chaosbane
– PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series e PC

Não é de hoje que a franquia Warhammer se aventura em outros estilos, indo além de seus clássicos RTS, com o objetivo de explorar seu rico e vasto universo. Mas foi apenas em maio de 2019 que a série estreou no gênero dos RPG’s de ação, dividindo crítica e público com o lançamento de Chaosbane.

Com diversos conteúdos adicionais lançados, o game conta com 5 classes até o momento. E cada uma delas apresenta mecânicas interessantes e até alguns recursos inéditos, como a possibilidade de se lançar magias e controlá-las em pleno ar. As principais críticas em torno de Chaosbane estão direcionadas à repetição de cenários e de missões, o que infelizmente é comum para os títulos do gênero. Em seu favor, conta o fato da história do jogo ter sido escrita por Mike Lee, criador e dono da página de livros de fantasia Black Library.

Grim Dawn
– PC

Em termos de mecânicas e sistemas de RPG, talvez nenhum outro jogo dessa lista se equipare à complexidade que Grim Dawn oferece. Com uma história densa e sombria, o game faz com que o jogador tome diversas decisões que causam impacto direto no decorrer da trama, além de possibilitar que se tome partido em disputas e guerras entre facções.

E ao olhar para o para o sistema de classes e habilidades, o universo do jogo se torna ainda maior. São 9 classes base no total, mas duas delas devem ser escolhidas no decorrer do jogo para se formar a classe definitiva do jogador. Então some dezenas de habilidades de duas classes distintas à uma verdadeira constelação de habilidades passivas, com gemas e itens especiais, e então você terá um jogo incrivelmente complexo e desafiador, onde um personagem criado nunca será igual ao outro.

AnimA ARPG
– Android e iOS

AnimA é provavelmente o jogo mais “democrático” dessa lista, já que se trata de um game mobile que não exige um aparelho de hardware robusto para rodá-lo, além de ser totalmente gratuito. Mas subestimar esse título por não ter gráficos ultramodernos e estar disponível de graça para download, pode ser um dos maiores erros que você cometeria.

O game conta com 3 classes divididas em 3 sub-especializações, além de possibilitar a fusão delas com um sistema de multi-classe. Recursos clássicos do gênero como gemas, itens lendários e infusões também estão mais do que presentes aqui. E se você não gosta de rotina e é daqueles(as) que prefere sempre se divertir com amigos, AnimA traz sempre eventos sazonais e permite multiplayer cooperativo online.

Wolcen: Lords of Mayhem
– PC

Wolcen sempre foi um jogo cercado de muita expectativa, a ponto de ganhar o apelido de “The Diablo Killer”, o “Matador de Diablo”, em seus primeiros anos de desenvolvimento. E falando em desenvolvimento, este game tem a peculiaridade de ter sido criado por uma pequena empresa, com as despesas pagas em boa parte pela comunidade de fãs ansiosos pelo produto final.

E após permanecer em Beta Fechado por longos quatro anos na Steam, Wolcen finalmente foi lançado oficialmente em fevereiro deste ano. Porém, para a tristeza dos fãs, o jogo veio recheado de bugs, apresentando saves perdidos, inimigos não alvejáveis e até mesmo comandos que não respondem na hora. Mas apesar dos bugs, que vem sendo corrigidos aos poucos, o game apresenta belíssimos gráficos, longas árvores de habilidades, grande variedade de itens e gemas, e um sistema de “end-game” bem interessante.

Path of Exile
– PS4, Xbox One e PC

Path of Exile merece sempre ser lembrado pelo fato de ter sido o grande responsável por levar o gênero dos RPGs de ação isométricos ao fabuloso universo dos MMORPG, lugar que já deveria ocupar há muito tempo. Disponibilizado gratuitamente desde 2013, este ótimo game conta com uma legião de fãs e é famoso por receber constantes atualizações e novos conteúdos.

E como o título soma sete bons anos de estrada, sua desenvolvedora Grinding Gear já está pensando no futuro, tendo anunciado Path of Exile 2 para a próxima geração. De acordo com a empresa, a sequência será tão grandiosa quanto o antecessor e promete ser um concorrente à altura do aguardadíssimo Diablo 4. Pretensiosos, não?

Last Epoch
– PC

Assim como Wolcen, Last Epoch é um projeto ambicioso de um pequeno e desconhecido estúdio. Porém, diferente de seu “irmão”, este game ainda encontra-se em fase de desenvolvimento, podendo ser adquirido através da Steam para testar o Beta no ponto atual e também para ajudar a empresa nos custos de criação.

O ponto mais forte de Last Epoch está nas diversas variações de builds, onde cada habilidade possui uma árvore própria de personalização, além de cada uma das classes possuir três tipos distintos de especializações (Masteries). Outro fator interessante é a possibilidade de se viajar no tempo, nos deixando visitar um mesmo local numa era completamente diferente.

Torchlight III
– PS4, Xbox One, Switch e PC

Ao fim da década passada, numa época em que ainda esperávamos pelo lançamento de Diablo 3, fomos agraciados com o lançamento de Torchlight, RPG de ação que tirava um pouco o gênero das sombras e embarcava no mundo das texturas simples e gráficos cartunizados.

O game fez tanto sucesso que ganhou uma sequência em 2012, elevando ainda mais o nível da franquia com a adição de novos recursos. E após oito anos de espera, finalmente Torchlight III foi lançado, deixando de ser exclusivo para PC e invadindo os consoles. Porém, o game não foi muito bem aceito pelos fãs em um primeiro momento, principalmente pela alta quantidade de bugs e por parecer um “dungeon-crawling” bem genérico no “end-game”. Será que teremos mudanças a caminho?

Lost Ark
– PC

É bem verdade que o gênero MMORPG já não possui aquele mesmo apelo de anos atrás e seus lançamentos não causam tanto hype na comunidade como costumava ser. Porém, Lost Ark talvez seja uma das poucas exceções nos dias de hoje e faz muito por merecer esse status.

Lançado exclusivamente na Coréia do Sul em 2018, e na Rússia em 2019, Lost Ark é considerado um dos games para PC mais aguardados pelo público ocidental. O jogo chama a atenção pelos belos gráficos, sistema de combate fluido e habilidades visualmente arrebatadoras. Infelizmente, o game da Smilegate possui um bloqueador de IP que não permite usuários estrangeiros em ambos os servidores, e não há qualquer previsão para seu lançamento no Brasil ou mesmo nos EUA. Mas vale a pena ficar atento(a) desde já!


Gostou da nossa lista? Sentiu fata de algum grande título do gênero?
Compartilhe sua opinião nos comentários!



Quer desenvolver o hábito da leitura mas não quer largar os games? Trouxemos um vídeo que fala dos 7 livros de jogos que você pode começar a ler e ainda entender um pouco mais sobre o seu universo favorito!





Inscreva-se para receber nossa newsletter e fique por dentro de tudo que rola no universo gamer.



%d blogueiros gostam disto: