ESPORTS NEWS LEAGUE OF LEGENDS VALORANT

Tixinha deixa equipe de casting do CBLOL e parte rumo para o VALORANT

Um dos casters mais antigos da história do cenário de League of Legends brasileiro, Tixinhadois, deixa o CBLOL (que se tornará um modelo de franquias, em 2021) rumo ao início do competitivo no VALORANT. O caster é um dos pioneiros no jogo e faz transmissões e diversos campeonatos e eventos para o cenário do jogo, bem como foi o primeiro caster a ser anunciado pelo jogo, no First Strike.

“Conheci o LoL em 2010. Comecei a jogar e me apaixonei pelo game. Tentei ser pro player nessa época. Em 2013, tive o primeiro convite para me tornar narrador de um evento chamado IEM. Meu primeiro jogo narrado foi ME SALVA BATIMA vs CURSE. Depois desse dia, eu comecei a ser chamado para casting e acabei desistindo de jogar.” – disse o caster.

“Ser comentarista de um jogo exige que você estude esse jogo todos os dias da sua vida – assim como os pro players precisam, os casters também. Altos e baixos são naturais em qualquer trabalho, e na nossa profissão não é diferente. Eu não estou abandonando o League of Legends e toda essa turma que me acolheu nesse período. Estou sendo motivado por um novo desafio – que me faz sentir novamente o Tixinha lá de 2013, em busca de evolução profissional, pessoal e abraçando uma comunidade.” – Tixinha.

Com isso, os rumos do comentarista para 2021 é seguir no VALORANT:

“O Valorant foi uma das melhores coisas que me aconteceu neste ano. Ajudei o “novo filho” a crescer e passei a me sentir aquele Tixinha de 2012/2013. Quem me acompanha de perto nas lives sabe que eu estou bem focado no jogo há um tempo. Estou com sede de criar essa comunidade, de ajudar o cenário a ser campeão e se tornar o maior do mundo. Quero viver isso. Quero muito esses novos desafios na minha vida, e é em direção deles em 2021 que eu vou.

Oficialmente, serei um dos casters da Riot no Valorant em 2021. O game terá um calendário cheio de campeonatos nacionais e internacionais por ano – com o Challengers, o Masters e o Champions, o grande mundial do jogo, e o Brasil será parte fundamental disso. Virão muitos desafios novos na minha vida comentando um FPS e não um MOBA. Estou bem feliz com essa transferência, e quero vocês comigo nessa.” – informou.

E aí, acham que o VALORANT virá com tudo, assim como o League of Legends, em seu modelo de Franquias, em 2021? Acompanhe tudo aqui na Paradoxal!



Quer desenvolver o hábito da leitura mas não quer largar os games? Trouxemos um vídeo que fala dos 7 livros de jogos que você pode começar a ler e ainda entender um pouco mais sobre o seu universo favorito!





Inscreva-se para receber nossa newsletter e fique por dentro de tudo que rola no universo gamer.



%d blogueiros gostam disto: